• Tue. Dec 6th, 2022

Novo livro de Star Wars confirma que Anakin ignorou o fantasma da força de Qui-Gon durante um momento crucial



Existem poucos filmes que causaram tantas discussões acaloradas ao longo dos anos quanto Guerra das Estrelas filmes têm. Com a maneira como certas cenas foram filmadas, surgiram discussões sobre o que aconteceu durante essas cenas. E, na maioria das vezes, muitos desses “fizeram ou não fizeram?” momentos permanecem sem resposta.


Mas agora, um novo Guerra das Estrelas romance que será lançado no próximo ano responderá a uma dessas perguntas. A história vai lançar luz sobre uma das questões candentes sobre uma cena específica em Star Wars: Episódio II – Ataque dos Clones, e, ao fazê-lo, fornece confirmação sobre exatamente quando a queda de Anakin Skywalker para o Lado Negro da Força começou. É apropriado que esta história esteja sendo contada agora, considerando o retorno iminente de Hayden Christiansen como Anakin Skywalker no próximo Ahsoka série, bem como suas aparições como Darth Vader no próximo Obi wan Kenobi Series.

MOVIEWEB VÍDEO DO DIA

A cena específica mencionada no romance ocorre depois que Anakin Skywalker tem um sonho sobre sua mãe em Tatooine, onde ele sonha com ela com dor. Ele viaja para Tatooine para procurar sua mãe e descobre que o traficante de escravos Watto a vendeu para um fazendeiro de umidade, Cliegg Lars. Quando ele viaja para o rancho Lars, ele descobre que ela foi levada por Tusken Raiders durante um de seus ataques recentes.

Impetuosamente, ele assume a responsabilidade de conduzir um resgate Jedi de sua mãe, esgueirando-se para o acampamento Tusken Raider e matando todos eles depois que sua mãe morre em seus braços devido aos ferimentos sofridos pelos Raiders.

Quando o filme corta o massacre e volta ao Templo Jedi para focar no Mestre Yoda, ouvimos a voz de Qui-Gon Jinn dizendo “Anakin! Anakin! Não!” Mas nunca ficou claro se Anakan o ouviu durante aquela cena ou se foi apenas o Mestre Yoda para ouvir a advertência do caído Qui-Gon.

O próximo romance de Star Wars esperança da rainha por EK Johnston fornece clareza. Um novo trecho do romance, que é o terceiro de uma trilogia focada em Padmé Amidala, lançado em StarWars.com encontra Padmé e Anakin no dia do casamento. Antes de se casar, Anakin presta seus respeitos a Qui-Gon no santuário construído no planeta em homenagem ao sacrifício de Qui-Gon, tendo morrido nas mãos de Darth Maul anos antes. Naquele momento, Anakin se lembra de ouvir a voz de Qui-Gon em Tatooine e ignorá-la:

“Ele ouviu a voz de Qui-Gon no deserto, implorando para ele ouvir sua melhor natureza, não ceder ao seu ódio. Ele não ouviu. Na época, ele disse a si mesmo que estava imaginando, mas ele sabia que estava mentindo. Se Qui-Gon estivesse lá fora, de alguma forma, Anakin lhe devia um pedido de desculpas. E ele sempre apreciaria o conselho do Mestre.

“Mas ele não encontrou nada. Anakin olhou mais fundo. Havia tanta luta em seu futuro, mas era tudo pelo bem da República, pela ordem. Talvez fosse isso que Qui-Gon queria que ele visse. Sempre havia uma maneira para ele acertar.”

Este trecho dá clareza a uma cena que era muito vaga e ajuda a definir o quão profunda foi a queda de Anakin. É preciso muita ginástica mental para justificar suas ações a fim de encontrar uma maneira de agradar seu Mestre. Star Wars: A Esperança da Rainha estará à venda em 5 de abril.