• Thu. Dec 8th, 2022

DH Peligro, baterista do Dead Kennedys, morre aos 63 anos


DH Peligro, baterista de longa data do Dead Kennedys, morreu. A banda confirmou a notícia no Instagram, escrevendo: “O baterista do Dead Kennedys, DH Peligro (Darren Henley), faleceu em sua casa em Los Angeles ontem, 28 de outubro. A polícia no local afirmou que ele morreu de trauma na cabeça causado por uma queda acidental. Os arranjos estão pendentes e serão anunciados nos próximos dias. Pedimos que respeitem a privacidade da família durante este período difícil. Obrigado por seus pensamentos e palavras de conforto.” Peligro tinha 63 anos.

Nascido Darren Henley em 9 de julho de 1959 em St. Louis, Missouri, Peligro começou a aprender a tocar bateria ainda jovem. Durante o colegial, ele se apaixonou pelo rock em particular graças ao KISS, Bachman-Turner Overdrive e Black Sabbath. Mudou-se para São Francisco ainda adolescente e morou nas ruas em uma van, onde foi apresentado a artistas como Television, Ramones, Devo e Go-Gos. Uma vez que ele conheceu os membros do SSI e se juntou à banda, ele sentiu que um novo mundo se abriu para ele. “Eles me falaram sobre compras em brechós, clubes e equipamentos punk”, Peligro contou mais tarde em uma entrevista. “Foi realmente muito emocionante, quando penso naquela época, porque as pessoas eram aceitas. Foi minha primeira apresentação a gays e cabelos de cores diferentes e moicanos e pessoas vivendo livres, como se todo dia fosse Halloween!” Ele se tornou um elemento da cena musical de São Francisco e Los Angeles enquanto tocava com a SSI, principalmente por fundir seu estilo de bateria para misturar punk rock, hardcore, metal e reggae.

O Dead Kennedys foi formado em junho de 1978 em San Francisco com o cantor Jello Biafra, o guitarrista East Bay Ray, o baixista Klaus Flouride e o baterista Bruce “Ted” Slesinger. Depois de gravar suas primeiras demos, Dead Kennedys lançou seu álbum de estreia Frutas frescas para vegetais podres em 1980. Slesinger deixou a banda no ano seguinte para seguir a carreira de arquiteto, e DH Peligro o substituiu na bateria depois de ganhar a admiração de Biafra nos shows ao vivo da SSI. Peligro rapidamente ajudou o Dead Kennedys a evoluir para um som punk hardcore mais firme, utilizando um estilo de bateria agressivo e implacável que ajudaria a influenciar a onda de crossover thrash que se seguiu. “Eu apenas empurrei o máximo que pude”, disse Peligro. “Eu ficava um pouco irritado com Ray porque ele queria que eu diminuísse um pouco, mas eu continuei e mantive o ritmo. Todo mundo se acostumou.”

Peligro fez sua estréia gravada com Dead Kennedys no EP de 1981 Em Deus Confiamos, Inc., que inclui seu hit icônico “Nazi Punks Fuck Off” e marcou a primeira de muitas referências da banda contra Ronald Reagan. O estilo de bateria hardcore de Peligro continuou de forma modificada no segundo álbum da banda, de 1982 Desastres de Cirurgia Plásticae em sua próxima série de registros: 1985’s frankenchrist1986 Hora de dormir para a democraciae o álbum de compilação de 1987 Dê-me conveniência ou dê-me a morte.